segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Poesia: Dia Cinza (Yvone Delpoio)

Hoje o dia estava cinza.
Não havia céu azul.
Não havia borboletas.
Não havia crianças brincando no parque.

Hoje o dia estava cinza.
Não havia poesia.
Não havia alegria.
Beleza, eu não via.

Hoje o dia estava cinza.
Havia fumaça.
Havia helicóptero.
Havia crianças pedindo esmolas.

Hoje o dia estava cinza.
Havia violência.
Havia dor. Havia pobreza.
Tristeza era o que eu via.

Hoje o dia estava cinza.
E em todo canto do mundo
Há alguém que foi e não volta mais.

Hoje o dia estava cinza.
As nuvens estavam tristes,
E na chuva eu chorei pelas ruas.

Hoje o dia estava cinza.
E eu me perdi como aqueles
Que não têm pra onde ir.

Hoje o dia estava cinza.
As estrelas mais bonitas
Esqueceram de brilhar.

Hoje o dia estava cinza.
A noite está vazia,
Pois no céu lua não há.

Hoje o dia estava cinza,
Quando eu queria cor.

Hoje o dia estava cinza,
Pois não tenho meu amor.

E de tudo que de nós havia
Um dia cinza ele deixou.


Yvone Delpoio

Um comentário:

##Vitório Tomaz disse...

Todos os dias estão cinza né...


Beijo